Defesa Civil alerta população ribeirinha sobre nível do Rio Itapecerica

24/01/2020 às 19:44:00

A Defesa Civil Municipal atendeu chamados nesta sexta-feira (24/01) de queda de árvores e residência com risco de desmoronamento. Desde essa quinta-feira (23/01), um plano integrado composto pelas Secretarias Municipais de Operações e Serviços Urbanos (Semsur), Desenvolvimento Social (Semas) e a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar participam da ação integrada. O nível do Rio Itapecerica subiu nas últimas horas e agentes da Defesa Civil alertam de porta em porta a população ribeirinha sobre o nível do rio.   

O monitoramento realizado pela Defesa Civil constatou que o nível do Rio Itapecerica subiu nas últimas horas. Pela manhã, o rio estava com 70 centímetros acima do normal. No meio da tarde, às 15h, passou para 90. Na última medição, o Rio Itapecerica apresentava, no começo da noite, uma elevação de 98 centímetros acima do normal. É importante destacar que, com um metro acima do normal, começam os registros retorno de água em alguns córregos.

Equipes da Defesa Civil e da Secretaria de Trânsito estão, neste momento, de plantão em locais considerados de risco. Houve também o alerta, por parte da Defesa Civil Estadual, para possibilidade de chuvas fortes nas próximas 3 horas em Divinópolis. Associado a isso, também há o registro de chuva forte nas cabeceiras dos rios e córregos que fornecem água à calha do Itapecerica.

Durante o dia, a Defesa Civil atendeu várias chamadas. Na Rua Minas Gerais com a Rua Delfinópolis, no bairro Santo Antônio, uma árvore caiu na tarde desta sexta-feira. Equipe da Settrans sinalizou o local e os galhos foram retirados da via, para a passagem de veículos.  Ao todo, foram retiradas pela Secretaria Municipal de Operações e Serviços Urbanos (Semsur), 10 árvores nos bairros Serra Verde, Interlagos, Bom Pastor, Universitário, Esplanada e na Avenida Autorama.

Equipes da Semsur desobstruíram e retiraram lixo de vários córregos, em pontos possíveis de inundação nesta sexta-feira.

A Defesa Civil recebeu informação sobre o risco de uma casa desabar no Bairro Alvorada. A equipe compareceu ao local e, no momento, não constatou perigo eminente.  Defesa Civil orientou os moradores fazerem reparos na cozinha.

Uma casa no bairro Mangabeiras, condenada pela Defesa Civil, desmoronou. Uma moradora ficou ferida e com fratura na perna. Há quase um ano, a Defesa Civil visitou a residência e orientou a família a sair do espaço, no entanto continuaram morando na casa.